Revista médica e científica internacional dedicada a profissionais e estudantes de medicina veterinária.

Número da edição 29.1 Other Scientific

Emergências em filhotes felinos

Publicado 04/01/2021

Escrito por Guillaume L. Hoareau

Disponível em Français , Deutsch , Italiano , Español e English

As emergências em filhotes felinos são muito frequentes em clínicas veterinárias e, nessas circunstâncias, o atendimento inicial recebido por eles pode fazer a diferença entre a vida e a morte. Guillaume Hoareau fornece alguns conselhos básicos sobre como esses casos devem ser abordados. 

Emergências em filhotes felinos

Pontos-chaves

Todo filhote felino que se apresenta em caráter de emergência deve ser submetido a uma triagem e, para isso, a clínica deve ter protocolos específicos para avaliar qualquer paciente em situação de emergência.


Os gatos filhotes e adultos jovens possuem peculiaridades que tornam seu manejo único. A alimentação ou o acesso vascular podem representar um grande desafio; além disso, os valores dos testes laboratoriais e os parâmetros do exame físico são muito diferentes dos de gatos adultos. 


O aporte nutricional adequado é o segredo em pacientes jovens, uma vez que eles têm uma alta taxa metabólica. Para evitar problemas comuns, sobretudo hipotermia e hipoglicemia em neonatos, é vital o fornecimento de um nível suficiente de calorias.


Os quadros de desidratação e choque podem ser o resultado de um desequilíbrio entre a ingestão (entrada) e a perda (saída) de água e eletrólitos. Como a necessidade basal de líquidos é maior para os filhotes felinos do que para os gatos adultos, a fluidoterapia deve ser ajustada de acordo.


Gostaria de acessar mais conteúdo?

Profissionais e estudantes de medicina veterinária podem criar uma conta com acesso às informações mais recentes desenvolvidas por especialistas de renome mundial.

Criar uma conta

Já possui uma conta? Acesse aqui.